Polícia Civil combate poluição sonora no bairro Mangueirão em Belém

Carro estava em situação de excesso de volume sonoro

 

A Polícia Civil intensificou, neste sábado, 02, o combate à poluição sonora gerada por veículos automotores no bairro Mangueirão, em Belém. O trabalho foi realizado por policiais civis da Divisão Especializada em Meio-Ambiente (DEMA) e resultou na detenção de Wilhames Ferreira Gomes que conduzia um carro em situação de excesso de volume sonoro. De acordo com o delegado Luiz Xavier, diretor da DEMA, o volume do som do automóvel que Wilhames Ferreira conduzia estava acima do permitido por lei. A operação foi coordenada pelo delegado Marco Antônio Oliveira.

A equipe de policiais civis para constatar a poluição sonora, fez a medição do som com uso de aparelho decibelímetro, que é o aparelho que quantifica o número de decibéis emitidos por instrumentos sonoros. O resultado da leitura, explica o delegado Xavier, foi de 96,3 decibéis. "O volume do som do automóvel do acusado estava 41,3 acima do estabelecido em lei", ressalta. Conforme a Lei de Crimes Ambientais, a tolerância de decibéis é de 55 decibéis para o período diurno, das 6 horas às 18 horas, e 50 decibéis para o período noturno, das 18 horas às 6 horas.

A fonte sonora do veículo foi retirada, apreendida e encaminha à Justiça junto com o procedimento policial. Conduzido até a DEMA, Wilhames Ferreira responderá na Justiça pelo crime previsto no artigo 54, da Lei de Crime Ambientais, por causar poluição de qualquer natureza em níveis tais que resultem ou possam resultar em danos à saúde humana, ou que provoquem a mortandade de animais ou a destruição significativa da flora. A pena é de reclusão, de um a quatro anos, e multa.