Polícia Civil conclui inquérito de crime de feminicídio em Belém

 

A Polícia Civil concluiu, nesta quinta-feira (10) inquérito policial que apurou crime de feminicídio, no bairro do Benguí, em Belém. O autor do crime, que estava com mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça, já está recolhido no Sistema Penitenciário do Estado. Luiz Augusto Botelho da Silva foi indiciado como autor do crime que teve como vítima a companheira do acusado. Ela foi morta por estrangulamento, em 9 de dezembro do ano passado, após uma discussão com Luiz Augusto. Um mês após o crime, ele se apresentou para ficar preso à disposição da Justiça.

O inquérito para apurar o feminicídio foi instaurado pela delegada Nathanna Meireles, da Delegacia do bairro. Conforme a policial civil, no dia do crime, Luiz Augusto agrediu fisicamente a companheira dentro da residência em que morava o casal. "Eles discutiram e ele a agrediu. A motivação exata não se sabe", explica a delegada. Após as agressões, a vítima ainda chegou a ser socorrida com vida e levada desacordada a uma unidade de saúde, em Belém.

Porém, ela não resistiu e faleceu em seguida. As investigações foram realizadas pela equipe da Delegacia do Benguí que identificou o acusado e possibilitou à delegada efetuar a representação junto à Justiça com pedido de prisão preventiva dele. O autor do crime fugiu e desde então estava na condição de foragido da Justiça. Agora, o preso vai permanecer recolhido para responder na Justiça.