Polícia Civil cumpre mandados de prisão de acusados de estupros de vulneráveis em Belém

 

A Polícia Civil prendeu, nesta sexta-feira, 19, em cumprimento a dois mandados de prisão preventiva, Edilson Lima Moura, 36 anos, e Francisco Kaeuwen Rodrigues Lima, 22, acusados de terem praticado o crime de estupro de vulnerável, em Belém. As prisões foram realizadas pela equipe de policiais civis da Delegacia de Atendimento à Criança e ao Adolescente, do Polo Propaz do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves. As ordens judiciais foram expedidas pelo juiz Heyder Ferreira, da Vara de Inquéritos e Medidas Cautelares da Capital.

Segundo a delegada Joseangela Santos, titular da DEACA, Edilson é apontado como autor do crime de estupro de vulnerável contra duas meninas 9 e 12 anos. O crime ocorreu no bairro do Bengui, em Belém. "O indiciado convivia com as menores que resolveram revelar sobre os abusos sexuais porque não suportavam mais a situação", explica. Já o preso Francisco Kaeuwen Rodrigues Lima é acusado de estuprar uma adolescente que, na época do crime, tinha 12 anos de idade. O crime ocorreu no conjunto Providência, bairro Val-de-Cães, na capital paraense. As investigações mostraram que o acusado estuprou a vítima sob alegação de "torná-la experiente" . 

A delegada Joseângela Santos ressalta que as prisões fazem parte da continuidade às ações alusivas ao dia 18 de Maio, Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. "São ações repressivas, além das preventivas realizadas pela unidade", detalha. Nos dois casos, as investigações foram presididas pela delegada Silvia Mara Ferreira Tavares, que solicitou os exames periciais que comprovaram vestígios de violência sexual. As prisões foram cumpridas pelos policiais civis Ionilde da Silva Azedo, Larissa Goes e Antonio Jorge Modesto.