Polícia Civil deflagra operação para combate ao tráfico de drogas em Abaetetuba

APREENSÕES

 

POLICIAIS CIVIS REUNIDOS NO IESP ANTES DO INÍCIO DA OPERAÇÃO A Polícia civil deflagrou, na madrugada desta quinta-feira (10), a segunda fase da Operação Preamar, para combate ao tráfico de drogas, em Abaetetuba, nordeste paraense. Três pessoas foram presas - duas em flagrante e outra em cumprimento a mandado de prisão preventiva - durante a operação. Ao todo, 16 mandados de busca e apreensão relacionados ao tráfico de drogas foram cumpridos na ação policial que contou com dezenas de equipes de policiais civis lotados no interior do Estado. Foi a primeira grande operação deflagrada pela Polícia Civil sob coordenação do delegado-geral, Alberto Teixeira.

Os policiais civis se concentraram, por volta de 3 horas da manhã, no Instituto de Ensino de Segurança do Pará (IESP), em Marituba, para a reunião que antecedeu à saída das equipes policiais com destino ao município. Estiveram na abertura da operação o diretor de Polícia do Interior, delegado José Humberto Melo, e o diretor do Núcleo de Inteligência Policial, delegado Samuelson Igaki. A ação policial foi coordenada, no município, pela delegada Renata Gurgel, superintendente regional do Baixo Tocantins.

ARMA E CARREGADOR APREENDIDOSForam presos em flagrante na operação Diogo Corrêa Pinheiro e Patrícia de Paula Moraes de Souza que foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e porte ilegal de arma. Com eles, foram apreendidos 100 gramas de pedras de óxi de cocaína e duas porções individualizadas de maconha. Com Diogo, foi apreendida uma arma de fogo, tipo pistola calibre 380 com seis munições de mesmo calibre, além de R$ 1000 em dinheiro. Assim, ele vai responder pelo crime de porte ilegal de arma. Foi preso, em cumprimento a mandado de prisão preventiva, Jociel Azevedo da Costa. De acordo com a delegada Renata Gurgel, a arma apreendida possivelmente foi usada na prática de três tentativas de homicídios ocorridas nesta semana em Abaetetuba.