Polícia Civil deflagra operação para investigar furto com arrombamento de loja em Rurópolis

Policiais civis cumprem mandado de busca e apreensão

 

A Polícia Civil cumpriu mandados de busca e apreensão, durante a operação denominada Romera 2018, realizada, de forma simultânea, em Rurópolis e Santarém, no oeste paraense, no último final de semana. A operação é resultado de investigações presididas pelo delegado Ariosnaldo Vital Filho, titular da Unidade Integrada Propaz de Rurópolis, no inquérito policial sobre os furtos de mais de 60 produtos eletrônicos, como celulares e tablets, em uma loja em Rurópolis. O crime ocorreu na madrugada de 5 de abril do ano passado. Os alvos da operação foram quatro locais, situados nos dois municípios, como residências, pontos comerciais e veículos, de duas pessoas investigadas como suspeitas de envolvimento no crime.

Durante as investigações, algumas pessoas foram conduzidas para prestar depoimento sobre os fatos na UIPP de Rurópolis. Em Santarém, a operação foi conduzida pelo delegado Silvio Birro, que esteve na residência de uma das pessoas suspeitas. "Os objetos (apreendidos) foram encaminhados para perícia. Depois disso, faremos a comparação se ainda há algum furtado", detalha o delegado Ariosnaldo Filho.

Os policiais civis deram cumprimento aos mandados de busca e apreensão nas residências dos investigados apontados como suspeitos de participação no furto mediante arrombamento ocorrido, em 5 de abril de 2017, em uma loja de produtos eletrônicos, no município. Do local, foram saqueados aparelhos eletrônicos com valor total de R$ 62,5 mil. Foram furtados 66 celulares, um notebook e 5 tablets, e 58 chips. As investigações continuam.