Polícia Civil e Marinha apreendem embarcação que navegava irregular em Portel

 

Agentes policiais e da Marinha na operaçãoA Polícia Civil deu suporte à Marinha do Brasil durante ação de fiscalização na orla de Portel, na ilha do Marajó, neste final de semana. Durante a ação, foi preso em flagrante Rosinaldo da Silva, proprietário da embarcação "Arca do Noé".

A prisão foi realizada enquanto ele fazia o transporte marítimo de 22 passageiros de forma irregular e sem equipamentos de salva-vidas.

A prisão ocorreu durante uma patrulha e inspeção naval nas embarcações dos rios do município. A embarcação foi apreendida pela Marinha do Brasil. 

Embarcação apreendidaDe acordo com os agentes, Rosinaldo da Silva pilotava a embarcação sem carteira de habilitação e o barco não possuía documentação nem autorização para transporte de passageiros. Segundo o delegado Paulo Junqueira, que esteve na operação, não havia equipamentos de segurança, como coletes salva-vidas e boias.

Além disso, o barco apresentava sinais visíveis de deterioração em sua estrutura. Rosinaldo da Silva foi autuado na Delegacia de Portel e responderá na Justiça com base no artigo 261, do Código Penal, que trata sobre o crime de "expor a perigo embarcação ou aeronave própria ou alheia ou praticar qualquer ato tendente a impedir ou dificultar a navegação marítima, fluvial ou aérea". A pena prevista é de 2 a 5 anos de reclusão.