Polícia Civil enquadra mulher por crime de maus tratos em Tracuateua

 

A Polícia Civil comunica que, no final da tarde do último dia 9, a Polícia Militar conduziu até a Delegacia de Polícia Civil de Tracuateua, nordeste do Estado, a mulher de nome Maria Creuza responsável por matar a golpes de enxada sua cadela de estimação. Ela foi detida após uma denúncia anônima de que teria cometido o crime. A guarnição militar foi até o local do fato e ali constatou a denúncia. Na Delegacia de Polícia, o delegado Thiago Diniz lavrou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) no qual Maria Creuza foi enquadrada pelo crime de maus tratos previsto no artigo 32, da Lei de número 9.605/98 (Lei de Crimes Ambientais).

O fato ganhou repercussão por meio das redes sociais, depois que imagens da acusada cometendo o crime foram divulgadas. Nesse tipo de procedimento, explica o delegado, o autor do crime é ouvido em depoimento e, em seguida, liberado para comparecer espontaneamente à presença de um juiz, em audiência a ser marcada no Fórum da cidade. 

O delegado explicou que a Lei de Crimes Ambientais prevê uma pena de três meses a um ano de detenção. Nesse caso, frisa o delegado, a autora não poderia “ficar presa”. A Polícia Civil do Pará tomou todas as providências e aplicou a lei ao caso, dando uma resposta para a sociedade.