Polícia Civil localiza irmãos envolvidos em seis mortes na zona rural de Baião

ALAN E MARLON ALVES MORRERAM APÓS ATIRAR EM POLICIAIS

 

A Polícia Civil deflagrou, nesta sexta-feira (03), em Marabá, sudeste do Pará, operação para prender os irmãos Alan Alves e Marlon Alves, indiciados em inquérito policial como autores das seis mortes ocorridas na zona rural de Baião, nordeste do Estado, ocorridas em março deste ano. No momento da abordagem policial, os dois procurados, que estavam armados, reagiram à ação policial e efetuaram disparos de arma de fogo em direção aos agentes do Estado. No revide aos disparos, os acusados foram baleados e ainda foram socorridos com vida pelos policiais até à Unidade de Saúde mais próxima, porém não resistiram.

Dos sete envolvidos nos seis assassinatos, quatro já estão presos - o mandante dos crimes (fazendeiro Fernando Ferreira Rosa Filho); o intermediário dos crimes (Valdenir Farias Lima), um dos executores dos crimes (Cosme Francisco Alves), irmãos de Alan e Marlon, e um apoiador dos criminosos, Juciel Santos Pinheiro, conhecido como Inheco. Com as mortes dos procurados, resta prender o último foragido, Glaucimar Francisco Alves, conhecido como Pirata, também irmão de Alan e Marlon.

A operação policial foi realizada no final da tarde de ontem por policiais civis da Diretoria de Polícia do Interior (DPI) e do Núcleo de Inteligência Policial (NIP). A ação policial ocorreu como resultado da força-tarefa policial instituída pelo delegado-geral, Alberto Henrique Teixeira de Barros, um dia após os crimes que ficaram conhecidos como a "Chacina de Baião". Ao todo, seis pessoas foram mortas, dentre elas, a ativista Dilma Ferreira. 

Durante as investigações policiais, o esconderijo dos irmãos Alan e Marlon foi descoberto pela Polícia Civil, na beira do rio Tocantins, Folha 01, bairro de Nova Marabá. Após a troca de tiros com os criminosos, nenhum policial civil foi ferido na ação. A Polícia Civil continua as investigações sem medir esforços para dar resposta aos crimes ocorridos na zona rural de Baião.