Polícia Civil organiza últimos detalhes para o início do Território pela Paz

EQUIPE DA POLÍCIA CIVIL NA DELEGACIA DA CABANAGEM

 

SALA DA DEAM NA DELEGACIA DA CABANAGEMA Polícia Civil do Pará já preparou a Delegacia do bairro da Cabanagem, em Belém, para receber o Programa Território Pela Paz (TerPaz), do Governo do Estado. A partir desta quarta-feira (12), até o próximo dia 22, o bairro será o primeiro de outros sete bairros na capital e região metropolitana a receber os serviços policiais e ações sociais do TerPaz. Nesta terça-feira (11), a Delegacia recebeu a visita de uma equipe da Delegacia-Geral da Polícia Civil comandada pelo diretor de Polícia Metropolitana, delegado Marco Antonio Duarte. Eles vieram organizar as instalações do prédio da Unidade Policial para receber os atendimentos aos moradores do bairro.

Durante o período em que estiver na Cabanagem, a comunidade do bairro vai contar com diversos diversos oferecidos do Governo do Estado, nas mais várias áreas. A Polícia Civil contará com ações de cidadania, como emissão de documentos de identidade (30 por dia) emitidos na Delegacia. Nos sábados, dias 15 e 22 de junho, serão 150 cédulas ofertadas aos moradores. Tudo de forma gratuita. O serviço de emissão de documentos ficará a cargo da Diretoria de Identificação e Assessoria de Relações Interinstitucionais da Polícia Civil (ARIN). Além de ações policiais, haverá ainda a presença de profissionais da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam), que prestarão atendimentos e orientações às mulheres sobre violência doméstica e familiar. 

REUNIÃO FECHOU ÚLTIMOS DETALHES DO TERPAZNo local, será possível registrar boletim de ocorrência e pedidos de medidas protetivas a mulheres. Uma sala foi preparada e ornamentada com balões na Delegacia da Cabanagem, pela equipe da Diretoria de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAV), sob comando da delegada Priscila Morgado, para receber as mulheres no atendimento itinerante prestado pela Deam.

Na Delegacia, estarão policiais civis da Diretoria de Polícia Metropolitana que estarão verificando informações repassadas pela população do bairro por meio do Disque-Denúncia (fone 181). As ações de combate à poluição sonora ficarão sob responsabilidade da Delegacia Especializada em Meio Ambiente (DEMA), que diariamente, estará no bairro fazendo averiguações de denúncias de crimes ambientais. Estabelecimentos comerciais do bairro passarão por vistorias por policiais civis da Divisão de Polícia Administrativa (DPA) para averiguar licença e outras normas que devem ser seguidas. Estarão atuando fortemente a Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) e Grupo de Pronto-Emprego na área.