Polícia Civil prende associação criminosa responsável por assalto em restaurante em Belém

VEÍCULO USADO NO ASSALTO

 

A Polícia Civil deflagrou, nesta quinta-feira (14), a operação Espaço Aéreo para prender integrantes de uma associação criminosa responsável pelo roubo de um carro que foi usado no assalto a um restaurante localizado na sede do Aeroclube de Belém. O roubo do carro ocorreu no último dia 12. No dia seguinte (13), o grupo criminoso usou o veículo para ingressar no estabelecimento. Três dos cinco envolvidos no crime foram presos por policiais civis da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (DRFVA) e da Delegacia de Repressão a Roubos a Bancos (DBBB) e apoio de policiais militares. A ação policial foi comandada pelo delegado Washington Santos, da DRFVA. Os presos são Marcelo Farias Cavalheiro, Wagner Felipe Santos Lima e Renato Santos da Silva.

Segundo o policial, as investigações foram iniciadas ainda no dia 13 pelas equipes policiais. Conforme o delegado, o assalto ao restaurante foi cometido mediante concurso de pessoas, utilização de armas de fogo, violência e grave ameaça. Eles renderam funcionários e clientes dos quais subtraíram bens móveis como dinheiro, relógios, telefones e joias. "Diante da gravidade, as equipes da DRFVA e da DRRB, deram início à coleta de vestígios do crime e a análise das filmagens, o que resultou na identificação da imagem e qualificação dos coautores", detalha o delegado.

Duas guarnições do 1° Batalhão da Polícia Militar de Belém localizaram, no bairro do Barreiro, os criminosos que estavam de posse de veículos roubados utilizados no roubo. Eles foram capturados e conduzidos à sede da DRFVA, no prédio da DRCO (Divisão de Repressão ao Crime Organizado). "Eles foram reconhecidos pelos policiais civis (com base nas filmagens) e pelas vítimas, como os coautores do roubo.