Polícia Civil prende em Redenção mais dois envolvidos no roubo a banco em Rio Maria

 

A Polícia Civil do Pará prendeu, nesta segunda-feira (25), Rodrigo Costa da Umgria, de apelido Neguinho Metralha, e Francisco Alves dos Santos, conhecido por Chicó, envolvidos no assalto a banco ocorrido no último dia 18, em Rio Maria (PA). As prisões foram realizadas, em Redenção, por policiais civis da Delegacia de Repressão a Roubos a Bancos e Antissequestro (DRRBA) da Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), do Núcleo de Apoio à Investigação (NAI) de Redenção e da Superintendência Regional do Araguaia Paraense.

As equipes policiais em continuidade às investigações na região do Araguaia Paraense para identificar, localizar e prender os integrantes do grupo criminoso que praticou o assalto a banco na modalidade “vapor” ou "novo cangaço" contra a agência bancária localizada, em Rio Maria, prenderam inicialmente Rodrigo Umgria. Ele foi abordado no momento em que conduzia um veículo da marca Oroch, cor prata, com mais dois ocupantes. A abordagem ocorreu na sede de Redenção. Ao se deparar com os policiais, o condutor acelerou o carro e saiu em fuga canteiros da cidade. Durante a fuga, os suspeitos bateram em um carro Golf no centro da cidade de Redençao. 

Após o acidente, Rodrigo foi preso e os outros dois envolvidos fugiram a pé. Na fuga, eles roubaram uma moto e, em seguida, tomaram rumo ignorado. "Neguinho Metralha" é apontado como um dos principais articuladores de ações criminosas de "vapor" na região. No decorrer das investigações, as equipes policiais conseguiram efetuar a prisão de Francisco dos Santos. "Os dois criminosos estavam em uma casa abordada por equipes da DRCO, na última sexta-feira, quando conseguiram fugir para a mata", explica Tiago Belieny, da DRRBA. 

Nessa ocasião, os policiais encontraram na casa três fuzis, coletes balísticos, munição e mais de 50 quilos de explosivos. Um envolvido no assalto ao banco - Lucas Otávio Benjamim de Souza - foi preso e outro - Adriano Viana Guimarães - morreu após troca de tiros com os policiais civis. Rodrigo e Chicó têm mandados de prisão preventiva expedidos pela Justiça em São Félix do Xingu e em Rio Maria por envolvimentos em roubos a bancos. Dois membros do grupo, identificados como Anderson Ramires Souza Bastos e Talyson Michael do Nascimento Pereira, foram presos, na manhã do último dia 21, na cidade de Paraíso do Tocantins (TO). As investigações continuam para prender outros envolvidos com o bando.