Polícia Civil vai promover ações de educação ambiental na praia de Marudá em Marapanim

Entrega de sacolas a banhistas

 

Educação ambiental na praiaA Polícia Civil, por meio da Divisão Especializada em Meio-Ambiente (DEMA), vai promover ações de conscientização e de educação ambiental, neste final de semana, na praia de Marudá, um dos balneários mais procurados do interior do Pará, localizada no município de Marapanim, nordeste do Estado.

A ação, que se inicia nesta sexta-feira, 14, e prossegue até o domingo, visa levar orientações sobre os crimes ambientais e promover a distribuição de sacolas aos banhistas para contribuir para a prevenção da sujeira na praia. A iniciativa é do projeto Sala Verde: Ambiente Seguro, sediado na DEMA, em Belém.

Entrega de sacolasSegundo o investigador Edelvan Soares, coordenador do projeto, a ação começou no final de semana passada, quando a equipe da Sala Verde esteve no balneário de Crispim, praia localizada também em Marapanim, entre os dias 7 e 9. Na ocasião, a equipe montou barracas na entrada de acesso à praia e percorreu o balneário fazendo a distribuição das sacolas para que os banhistas as utilizassem para guardar o lixo produzido e depois jogá-lo no local correto, evitando sujar a areia com os dejetos.

Além disso, a equipe da Sala Verde conversou com as pessoas visando orientá-las sobre os crimes ambientais. Jogar lixo em via pública é crime com pena de reclusão de 1 a 5 anos, conforme previsto na Lei de Crimes Ambientais.