Primeira turma de Nível Superior da Polícia Civil completa dez anos de posse

Alguns candidatos na época do Curso de Formação na Academia

 

Completou dez anos de posse na Policia Civil, em fevereiro deste ano, a turma de policiais civis do concurso C89. Essa foi a turma do primeiro concurso de Nível Superior da história da Polícia Civil para cargos de investigador, escrivão, papiloscopista e delegado, realizado após a alteração na Lei Orgânica da corporação, em 2005. Finalizado em 2008, o concurso C89 teve como organizadora a Universidade de Brasília (Unb).

Ao todo, o concurso teve sete fases, com início em abril de 2006 e término em fevereiro de 2008. A investigadora Catharina Berardo foi uma das policiais civis que ingressaram na corporação nessa época. Ela se lembra com orgulho da turma e recorda que esse foi o concurso mais disputado e que menos candidatos, por conta da elevada concorrência, entraram na Polícia Civil em toda história.

PARA VER A RELAÇÃO DOS APROVADOS CLIQUE AQUI

Segundo ela, a turma de candidatos a investigadores a ingressar no Curso de Formação de Policiais Civis da Academia de Polícia, última etapa do concurso, era composta por cerca de 37 alunos. A papiloscopista Daniella Moura, que também foi aprovada no mesmo concurso, recorda que a prova foi considerada de alto nível na época. 

Formada em História e filha de papiloscopista da Polícia Civil, ela recorda de disciplinas novas que foram ministradas durante o Curso de Formação na Academia de Polícia, como Ética e Cidadania e Polícia Comunitária. "Foi a primeira vez que se abordou Polícia Comunitária", lembra. Na época, foram oferecidas 100 vagas para papiloscopista. No total, 33 foram aprovados.

Na época de Academia, recorda a policial civil, foram realizadas as Olimpíadas do IESP (Instituto de Ensino de Segurança do Pará), local onde estão sediadas as Academias de Polícia Civil, da PM e do Corpo de Bombeiros Militar.

As duas policiais civis chegaram a disputar torneios dentro da competição. Catharina foi campeã de Judô, derrotando no tatame competidores das Academias da PM e do Corpo de Bombeiros. Daniella atuou na equipe de Vôlei.