Estelionatária que oferecia emprego em prefeitura é presa pela Polícia Civil do Pará

 

A Polícia Civil do Pará, por meio da seccional urbana de Ananindeua, na região metropolitana de Belém (RMB), cumpriu um mandado de prisão preventiva contra uma mulher pelo crime de estelionato. O mandado foi expedido pela 2° Vara Criminal de Ananindeua, e a mulher já se encontra custodiada no sistema penal e à disposição da justiça. 

De acordo com a Polícia Civil, ela se dizia funcionária pública de uma prefeitura da RMB, e que trabalhava no recrutamento de novos servidores para ingressar em diversas funções, tais como motorista, assistente administrativo, vigia, entre outros. 

Ainda segundo as investigações, a mulher abordava as vítimas e de posse de um decreto oficial fraudulento da prefeitura, pedia a quantia de R$ 600, a serem pagas de duas vezes, sendo R$ 300 no ato da entrega dos documentos e o restante após a contratação. 

Estima-se que o número de vítimas seja superior a 300, com prejuízo ainda não calculado. As investigações continuam, com o objetivo de apurar a participação de servidores da prefeitura e de outras pessoas no golpe.