Polícia Civil possibilita acesso à cidadania para idosa de 107 anos em Capanema

 

DOCUMENTO DE IDENTIDADE EMITIDO À IDOSAPoliciais civis possibilitaram o exercício da cidadania à uma idosa com dificuldades de locomoção, nesta sexta-feira (07), em Capanema, no nordeste paraense. Com 107 anos de idade, dona Maria Batista da Silva teve confeccionada a sua nova carteira de identidade em sua residência, no município.

Nascida em 5 de janeiro de 1912, na cidade de Primavera, no nordeste do Pará, ela e seus familiares receberam, no início da manhã, equipes da Superintendência Regional de Segurança Pública do Caeté e do Setor de Identificação do município, que prestaram atendimento domiciliar na casa da idosa. O chefe de operações da Superintendência, investigador Alan Firgrind, que coordenou a visita, explica que a ação faz parte da política de Polícia Civil cidadã que visa levar uma Polícia cada vez mais próxima da população em todo Estado.